SBN se reúne com o ministro da Saúde para discutir melhorias na neurocirurgia

Da esquerda para a direita: Dr.Jean de Oliveira, secretário geral da SBN; Dr. José Carlos Veiga, tesoureiro da SBN; Dr. Luiz Henrique Mandetta, ministro da Saúde; e Dr. Luiz Borba, presidente da SBN.

Fotógrafo: Floriano Rios/MS


Ministro Mandetta demonstrou total apoio às demandas apresentadas


No dia 05 de agosto, representantes da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN) reuniram-se com o ministro da Saúde, Dr. Luiz Henrique Mandetta, em Brasília, para uma reunião com o foco de aproximar o relacionamento da entidade junto ao Ministério da Saúde (MS) para futuras ações de melhorias na neurocirurgia em todo o país. Entre os assuntos conversados, tiveram destaque o ReforNeuro e o estudo de natalidade de neurocirurgiões do Brasil.

De acordo com o Dr. Luiz Borba, presidente da SBN, foi possível apresentar ao ministro a proposta de um estudo de natalidade de neurocirurgiões do país, desenvolvido pela SBN em parceria com a Universidade de São Paulo (USP). A pesquisa pode apontar o número de profissionais brasileiros especializados na área, seu local de formação e atendimento. Baseado em dados demográficos, o estudo tem o potencial de oferecer um panorama completo da situação da especialidade no Brasil e como ela está regionalmente distribuída.

“Por meio dos resultados de uma pesquisa como essa, é possível que possamos identificar as atuais carências relacionadas à neurocirurgia, seja com relação ao atendimento à evolução tecnológica e de conhecimento”, explica Borba. O intuito é ter o apoio do MS para o financiamento do trabalho.

Além disso, o ReforNeuro, um projeto documentado com o objetivo de atualizar e modernizar a situação da área em âmbito nacional (leia aqui) foi entregue, em mãos, ao ministro com o intuíto de que o projeto possa resultar na modificação da Portaria n° 2.920 de 9 de junho de 1998, que estabelece a neurocirurgia no Brasil e as normas para o credenciamento de hospitais e neurocirurgiões. E que, por meio das mudanças mencionadas no material, possa haver melhora no atendimento nacional em neurocirurgia.

Foi solicitada ainda a revisão de portarias, entre elas, um pedido oficial de que a especialidade possa ser a responsável pelo tratamento do AVC Agudo.

Mandetta, que além da carreira política é médico especialista em ortopedia infantil, se mostrou um apoiador às demandas apresentadas na reunião e abriu as portas das Comissões de Saúde do MS para uma participação frequente da SBN. Também, reconhecendo o perfil histórico da SBN de ações sociais e educacionais, se colocou à  disposição para parcerias futuras de campanhas de conscientização à população relacionadas a área.


16 de Agosto de 2019