Aplicativos Médicos: O Passado e o Futuro

Não há dúvidas que a internet revolucionou a informação médica nas últimas décadas. A maioria das pessoas utiliza a internet para buscar informações sobre doenças e os médicos utilizam para estudar e se atualizar. Hoje, os celulares fazem parte da nova revolução e podemos acessar informação de forma constante. É impossível imaginar um médico que não utilize seu celular no dia-dia para seu trabalho e para seu lazer.

Nesse contexto iniciou-se uma nova fase, na qual surge o interesse na produção de aplicativos específicos para médicos. A ideia de vários desenvolvedores era criar uma ferramenta que permitisse ao médico o acesso a uma informação específica de forma simples e rápida.

Foi nosso interesse tomar parte nesse contexto de produção de ferramentas de acesso a informação médica. Assim, em meados de 2010-2011 conseguimos – Neurosurgery Blog, residentes da Santa casa de BH e Professor Gervásio – ter os aplicativos médicos mais baixados do Brasil. No total construímos 11 aplicativos com várias funcionalidades. Foi interessante perceber como as inovações são bem aceitas pelos médicos e estudantes brasileiros.

Num segundo momento percebemos uma mudança rápida de comportamento dos médicos. Antigamente, não era simples e barato ter acesso a internet no celular e os aplicativos eram uma forma de viabilizar a buscas das informações. Carregávamos aplicativos com os códigos dos procedimentos, com nome e dose de remédios entre outros. Minha impressão é que a popularização e aumento da velocidade do acesso a internet fez com que vários desses aplicativos ficaram em desuso. Em 2013 já acumulávamos mais de 150 mil downloads dos 11 aplicativos (em português e inglês), mas foi muito evidente o rápido desinteresse na maioria deles. Nossos aplicativos focavam em conteúdo para o estudante de medicina e alguns com funcionalidade para pacientes. A maioria deles eram gratuitos e no ano passado muitos não foram atualizados pelas empresas responsáveis pela programação.

Apesar dessa mudança do padrão do uso dos smartphone, ainda temos um grande mercado consumidor de aplicativos mas com funcionalidades mais exclusivas e interessantes. Os sites com formato para smartphone substituem vários aplicativos e torna o uso mais simples. Entretanto vou destacar os aplicativos que considero muito úteis para o neurocirurgião ainda hoje. Vou dividir em três categorias: Escalas, Conteúdo Geral e Neurocirugia.

Aplicativos de Escala: Neuromind, Neurotookit e Slic.

Aplicativos de Conteúdo Geral: UptoDate, Medscape e Clinical Key.

Aplicativos Neurocirurgia: Brazilian Neurosurgery, Neurosurgery Survival Guide, Helsinki Microneurosurgery e CNS guidelines.

Dr Julio Pereira
Autor do Blog Neurocirurgia Br