11.1 – BIÓPSIA DE NERVO

Procedimento 11.1 – BIÓPSIA DE NERVO
Descrição do procedimento Procedimento cirúrgico para elucidação diagnóstica de doenças envolvendo sistema nervoso periférico
CIDs do Procedimento C701, C720, C721, D321, D334, D434, M052
Indicação Neuropatias perifericas
Caráter da Indicação ( X ) Eletiva (  )Urgência
Contra-Indicação Coagulopatia descompensada.
Exames da Indicação Eletroneumiografia e exames laboratórios.
 
Códigos CBHPM Descrição Porte
3.14.03.12-3 Exploração cirúrgica de nervo (Neurólise externa) 5B
3.07.30.05-8 Dissecção muscular 3C
3.14.03.20-4 Microneurólise intraneural ou intrafascicular de um nervo 7C
3.14.03.01-8 Biópsia de nervo 3C
3.07.30.11-2 Miorrafias 3C
3.01.01.23-9 Curativo especial sob anestesia – por unidade topográfica (UT) 2C
     
 
OPMEs Descrição Quantidade
  Campo cirúrgico adesivo estéril 01
  Curativo estéril de filme transparente ou película protetora adesivo 01
 
Internação
Dias
UTI
0 dia(s)
Quarto
1 dia(s)
Anestesia ( X ) Sim (  ) Não
Materiais Especiais Estimulador de nervos periféricos e microscópio cirurgico
Resolutividade Diagnostico etiologico
Seguimento Não
Rastreabilidade Sim
Comentários Obs: Cirurgias realizadas em caráter de emergência/urgência terão acréscimo de 30% no valor final conforme previsto na CBHPM.

11.2 – BIÓPSIA DE MÚSCULO

Procedimento 11.2 – BIÓPSIA DE MÚSCULO
Descrição do procedimento Procedimento cirúrgico para elucidação diagnóstica de doenças envolvendo sistema muscular
CIDs do Procedimento G130, G712, G713, G720, G721, G722, G724, G728, G729, G734, G735, G736, G737, G73, M052
Indicação Diagnóstico etiológico da doença muscular
Caráter da Indicação (X)Eletiva (  )Urgência
Contra-Indicação Coagulopatia descompensada e contra indicação clinica
Exames da Indicação Eletroneumiografia e exames laboratórios.
 
Códigos CBHPM Descrição Porte
3.07.30.05-8 Dissecção muscular 3C
3.03.11.01-2 Biópsia de músculo 2B
3.07.30.11-2 Miorrafias 3C
3.01.01.23-9 Curativo especial sob anestesia – por unidade topográfica (UT) 2C
     
 
OPMEs Descrição Quantidade
  Campo cirúrgico adesivo estéril 01
  Curativo estéril de filme transparente ou película protetora adesivo 01
 
Internação
Dias
UTI
0  dia(s)
Quarto
1  dia
Anestesia ( X ) Sim (  ) Não
Materiais Especiais Não
Resolutividade Diagnostico etiologico
Seguimento Não
Rastreabilidade Sim
Comentários

11.3 – LESÃO TRAUMÁTICA DO PLEXO BRAQUIAL

Procedimento 11.3 – LESÃO TRAUMÁTICA DO PLEXO BRAQUIAL
Descrição do procedimento Procedimento cirúrgico para reparos de lesões do plexo braquial
CIDs do Procedimento G589, T144, G540, S143
Indicação Reparo funcional e redução de sequela neurologica
Caráter da Indicação ( X ) Eletiva (  )Urgência
Contra-Indicação Coagulopatia descompensada e contra indicação clinica ou anestésica

 

Exames da Indicação Ressonancia Magnética da coluna cervical, Ressonancia Magnética do Plexo braquial, Eletroneuromiografia
 
Códigos CBHPM Descrição Porte
3.14.03.17-4 Microcirurgia do plexo braquial com exploração, Neurólise e enxertos interfasciculares para reparo das lesões 13A
3.14.03.26-3 Microneurorrafia múltipla (plexo nervoso) 12B
3.14.03.35-2 Transposição de nervo 10A
3.14.03.15-8 Lesão de nervo associada a lesão óssea 8C
3.07.30.05-8 Dissecção muscular 3C
3.14.03.12-3 Exploração cirúrgica de nervo (Neurólise externa) 5B
3.14.03.31-0 Ressecção de neuroma 4A
3.07.30.11-2 Miorrafias 3C
2.02.02.04-0 Monitorização neurofisiológica intraoperatória 7C
3.01.01.23-9 Curativo especial sob anestesia – por unidade topográfica (UT) 2C
     
 
OPMEs Descrição Quantidade
  Campo cirúrgico adesivo estéril 01
  Curativo estéril de filme transparente ou película protetora adesivo 01
 
Internação
Dias
UTI
1  dia(s)
Quarto
7 dia(s)
Anestesia ( X ) Sim (  ) Não
Materiais Especiais Monitorização neurofisiológica, estimulador de nervo periférico, microscópio cirurgico
Resolutividade Restauração de grau funcional
Seguimento Dia
Rastreabilidade Sim
Comentários Procedimento em crianças e adultos

11.4 – LESÃO TRAUMÁTICA DE NERVO PERIFÉRICO

Procedimento 11.4 – LESÃO TRAUMÁTICA DE NERVO PERIFÉRICO
Descrição do procedimento Procedimento cirúrgico para reparo de um ou mais nervos periféricos
CIDs do Procedimento A300, A301, A302, A303, A304, A305, A308, A309, B92, G589, S142, S144, S145, S146, S342, S440, S441, S442, S443, S444, S445, S447, S447, S448, S449, S540, S541, S542, S543, S547, S548, S549, S640, S641, S642, S647, S648, S649, S740, S741, S742, S747, S748, S749, S840, S841, S842, S847, S848, S849, T113, T133, T144
Indicação Reparo funcional e redução de sequela neurologica
Caráter da Indicação (X)Eletiva (  )Urgência
Contra-Indicação Coagulopatia descompensada e contra-indicação clinica ou anestésica
Exames da Indicação Eletroneuromiografia
 
Códigos CBHPM Descrição Porte
3.07.30.05-8 Dissecção muscular 3C
3.14.03.12-3 Exploração cirúrgica de nervo (Neurólise externa)* 5B
3.14.03.20-4 Microneurólise intraneural ou intrafascicular de um nervo* 7C
3.14.03.31-0 Ressecção de neuroma* 4A
3.14.03.07-7 Enxerto interfascicular de nervo vascularizado* 12C
3.14.03.27-1 Microneurorrafia única* 8A
3.14.03.15-8 Lesão de nervo associada a lesão óssea 8C
3.07.30.11-2 Miorrafias 3C
2.02.02.04-0 Monitorização neurofisiológica intraoperatória 7C
3.01.01.23-9 Curativo especial sob anestesia – por unidade topográfica (UT) 2C
 
OPMEs Descrição Quantidade
  Campo cirúrgico adesivo estéril 01
  Curativo estéril de filme transparente ou película protetora adesivo 01
 
Internação
Dias
UTI
xx dia(s)
Quarto
3 dia(s)
Anestesia ( X ) Sim (  ) Não
Materiais Especiais Monitorização neurofisiológica, estimulador de nervo periférico, microscópio cirurgico
Resolutividade Restaurar grau funcional
Seguimento Dia
Rastreabilidade Sim
Comentários * Valor destes códigos será multiplicado cada um pelo número de nervos reparados

11.5 – SÍNDROME DO DESFILADEIRO TORÁCICO

Procedimento 11.5 – SÍNDROME DO DESFILADEIRO TORÁCICO
Descrição do procedimento Cirurgia para descompressão neurovascular das estruturas envolvidos entre a primeira costela normal ou  costela  extranumerária originada  na sétima vértebra cervical e a  clavícula.
CIDs do Procedimento G558
Indicação Descompressão de plexo braquial e arterial na fossa clavicular.
Caráter da Indicação ( X ) Eletiva (  )Urgência
Contra-Indicação Coagulopatia descompensada e contra-indicação clinica ou anestésica

 

Exames da Indicação Eletroneuromiografia, Ressonancia Magnética do plexo braquial, RX de coluna cervical, Tomografia computadorizada da coluna cervival. Angiografia  digital ou  Angiotomografia dos vasos da crossa aórtica.
 
Códigos CBHPM Descrição Porte
3.14.05.03-7 Tratamento da síndrome do desfiladeiro torácico 9B
3.07.15.07-5 Costela cervical – tratamento cirúrgico 8B
3.14.03.36-0 Tratamento microcirúrgico das neuropatias compressivas (tumor, inflamatório, etc) 8B
3.14.03.18-2 Microcirurgia do plexo braquial com exploração e neurólise 12C
3.07.30.05-8 Dissecção muscular 3C
3.07.30.11-2 Miorrafias 3C
2.02.02.04-0 Monitorização neurofisiológica intraoperatória 7C
3.01.01.23-9 Curativo especial sob anestesia – por unidade topográfica (UT) 2C
     
 
OPMEs Descrição Quantidade
  Campo cirúrgico adesivo estéril 01
  Curativo estéril de filme transparente ou película protetora adesivo 01
 
Internação
Dias
UTI
0  dia(s)
Quarto
2 dia(s)
Anestesia ( X ) Sim (  ) Não
Materiais Especiais Monitorização neurofisiológica, estimulador de nervo periférico, microscópio cirurgico
Resolutividade Restaurar grau funcional
Seguimento Dia
Rastreabilidade Sim
Comentários

11.6 – NEUROPATIAS COMPRESSIVAS

Procedimento 11.6 – NEUROPATIAS COMPRESSIVAS
Descrição do procedimento Envolve síndromes neuropática compressivas do carpo, ulnar, fibular, tarso, dentro outros
CIDs do Procedimento A300, A301, A302, A303, A304, A305, A308, A309, B92, G589, G560, G561
Indicação Descompressão de nervoc periféricos e restauração de grau funcional.
Caráter da Indicação ( X ) Eletiva (  )Urgência
Contra-Indicação Coagulopatia descompensada e contra indicação clinica ou anestésica

 

Exames da Indicação Eletroneuromiografia,  Ressonância magnética do membro envolvido.
 
Códigos CBHPM Descrição Porte
3.14.03.36-0 Tratamento microcirúrgico das neuropatias compressivas (tumor, inflamatório, etc) 8B
3.07.37.07-9 Túnel do carpo – descompressão* 9C
3.14.03.28-0 Neurólise das neuropatias compressivas 6C
3.07.31.09-7 Tenólise túnel osteofibroso 6A
2.02.02.04-0 Monitorização neurofisiológica intraoperatória 7C
3.07.30.05-8 Dissecção muscular 3C
3.07.37.01-0 Sinovectomia total **             (endoscópica) 9C
3.07.36.01-3 Sinovectomia total ***           (endoscópica) 9C
3.01.01.23-9 Curativo especial sob anestesia – por unidade topográfica (UT) 2C
     
 
OPMEs Descrição Quantidade
  Campo cirúrgico adesivo estéril 01
  Curativo estéril de filme transparente ou película protetora adesivo 01
 
Internação
Dias
UTI
0  dia(s)
Quarto
1 dia
Anestesia ( X ) Sim (  ) Não
Materiais Especiais Monitorização neurofisiológica, estimulador de nervo periférico, microscópio cirurgico
Resolutividade Restaurar grau funcional
Seguimento Dia
Rastreabilidade Sim
Comentários * Acrescentar este código quando Síndrome do Túnel do Carpo.

**Acrescentar este código quando cirurgião optar por esta técnica na descompressão do túnel do carpo.

*** Acrescentar este código quando cirurgião optar por esta técnica na descompressão ulnar

11.7 – NERVO FACIAL

Procedimento 11.7 – NERVO FACIAL
Descrição do procedimento Cirurgia para descompressão, isolamento, neurorrafia primária do nervo facial ou ainda para anastomose hipoglosso-facial
CIDs do Procedimento G589, T144
Indicação Resturar grau funcional do nervo facial
Caráter da Indicação ( X ) Eletiva (  )Urgência
Contra-Indicação Coagulopatia descompensada e contra indicação clinica ou anestésica

 

Exames da Indicação Eletroneuromiografia, Ressonancia Magnética do crânio, Tomografia computadorizada do crânio..
 
Códigos CBHPM Descrição Porte
3.04.04.05-3 Exploração e descompressão total do nervo facial 11B
3.04.04.03-7 Enxerto parcial infratemporal do nervo facial – do gânglio geniculado ao meato acústico interno 11B
3.04.04.04-5 Enxerto total do nervo facial infratemporal 11A
3.14.03.22-0 Microneurólise múltipla 8B
3.14.03.27-1 Microneurorrafia única 8A
3.14.03.07-7 Enxerto interfascicular de nervo vascularizado 12C
3.14.03.35-2 Transposição de nervo 10A
3.02.10.05-4 Paralisia facial – reanimação com neurotização 11C
3.07.30.05-8 Dissecção muscular 3C
2.02.02.04-0 Monitorização neurofisiológica intraoperatória 7C
3.01.01.23-9 Curativo especial sob anestesia – por unidade topográfica (UT) 2C
     
 
OPMEs Descrição Quantidade
  Campo cirúrgico adesivo estéril 01
  Curativo estéril de filme transparente ou película protetora adesivo 01
 
Internação
Dias
UTI
0 dia(s)
Quarto
1 dia(s)
Anestesia ( X ) Sim (  ) Não
Materiais Especiais Monitorização neurofisiológica, estimulador de nervo periférico, microscópio cirurgico
Resolutividade Recuperação de grau funcional
Seguimento Dia
Rastreabilidade Sim
Comentários

11.8 – TUMOR DE NERVO

Procedimento 11.8 – TUMOR DE NERVO
Descrição do procedimento Cirurgia para ressecção de neoplasia  primaria ou secundaria (metastase) de nervo periférico
CIDs do Procedimento C479, C798, D361, D482, T873
Indicação Restaurar grau funcional
Caráter da Indicação ( X ) Eletiva (  )Urgência
Contra-Indicação  
Exames da Indicação  
 
Códigos CBHPM Descrição Porte
3.14.03.10-7 Excisão de tumores de nervos periféricos com enxerto interfascicular 9B
3.14.03.36-0 Tratamento microcirúrgico das neuropatias compressivas (tumor, inflamatório) 8B
3.14.03.12-3 Exploração cirúrgica de nervo (Neurólise externa) 5B
3.14.03.20-4 Microneurólise intraneural ou intrafascicular de um nervo 7C
3.07.30.05-8 Dissecção muscular 3C
3.07.30.11-2 Miorrafias 3C
3.01.01.23-9 Curativo especial sob anestesia – por unidade topográfica (UT) 2C
     
 
OPMEs Descrição Quantidade
  Campo cirúrgico adesivo estéril 01
  Curativo estéril de filme transparente ou película protetora adesivo 01
 
Internação
Dias
UTI
0  dia(s)
Quarto
1 dia
Anestesia ( X ) Sim (  ) Não
Materiais Especiais Estimulador de nervo periférico e microscópio cirurgico
Resolutividade Recuperação de grau funcional
Seguimento Dia
Rastreabilidade Sim
Comentários

11.9 – TUMOR DO PLEXO BRAQUIAL

Procedimento 11.9 – TUMOR DO PLEXO BRAQUIAL
Descrição do procedimento Cirurgia para ressecção de neoplasia do plexo braquial primário ou secundário (metástase)
CIDs do Procedimento G540, S143
Indicação Recuperaçaõ de grau funcional do nervo
Caráter da Indicação ( X ) Eletiva (  )Urgência
Contra-Indicação Coagulopatia descompensada e contra-indicação clinica ou anestésica

 

Exames da Indicação Ressonancia Magnética da coluna cervical, Ressonancia Magnética do Plexo braquial, Eletroneuromiografia
 
Códigos CBHPM Descrição Porte
3.14.03.17-4 Microcirurgia do plexo braquial com exploração, Neurólise e enxertos interfasciculares para reparo das lesões 13A
3.14.03.10-7 Excisão de tumores de nervos periféricos com enxerto interfascicular 9B
3.14.03.36-0 Tratamento microcirúrgico das neuropatias compressivas (tumor, inflamatório) 8B
3.07.30.05-8 Dissecção muscular 3C
3.07.30.11-2 Miorrafias 3C
2.02.02.04-0 Monitorização neurofisiológica intraoperatória 7C
3.01.01.23-9 Curativo especial sob anestesia – por unidade topográfica (UT) 2C
     
 
OPMEs Descrição Quantidade
  Campo cirúrgico adesivo estéril 01
  Curativo estéril de filme transparente ou película protetora adesivo 01
     
 
Internação
Dias
UTI
0 dia(s)
Quarto
3 dia(s)
Anestesia ( X ) Sim (  ) Não
Materiais Especiais Monitorização neurofisiológica, estimulador de nervo periférico, microscópio cirurgico
Resolutividade Restaurar grau de função
Seguimento Diario
Rastreabilidade Sim
Comentários